Surge uma nova relação com os alimentos

Escola Franciscana Imaculada Conceição
Surge uma nova relação com os alimentos
Alunos plantaram, cuidaram e colheram seu alimento ao longo do projeto

Nos meses de setembro e outubro desse ano letivo, as crianças do Maternal II realizaram, tanto na escola, quanto no Polo, o Projeto de Alimentação Saudável. Por meio de atividades variadas, que aconteceram sala de aula e nos pátios da Educação Infantil (na sede e no Polo) e na horta da escola, os alunos tiveram contato com alimentos saudáveis e souberam da importância deles para o corpo e para a saúde do ser humano.

O projeto foi iniciado com a apresentação do tema e confecção de cartazes para mostrar alguns alimentos. Também foram utilizados músicas, histórias, vídeos e brincadeiras sobre o assunto. Na horta da escola, cada aluno pode plantar e cuidar de alfaces, indo semanalmente regá-las para, no final, colher e levar para a casa. Por meio desse processo, os estudantes puderam vivenciar o cuidado e higienização do próprio alimento.

“Tivemos também a visita da nutricionista da escola, Ana Paula Flora, que trouxe alguns alimentos para mostrar para as crianças e falar de sua importância”, destaca a coordenadora da Educação Infantil, Fernanda Gabatel Barbosa. Para finalizar, a especialista enviou algumas receitas saudáveis e fáceis de fazer. A partir delas, no encewrrwamento do Projeto, as crianças montaram e coloriram livros de receitas, que foram entregues, juntamente com um avental, para serem levados às famílias.

A promoção de uma alimentação saudável no espaço escolar pressupõe a integração de diversas ações, como as de estímulo à adoção de bons hábitos alimentares, por meio de atividades educativas que orientem as escolhas individuais. Assim, a escola proporciona em sua rotina diária, ações e discussões de forma lúdica sobre este tema aos educandos, buscando promover a sua consciência e também das famílias ao montarem o lanche de seus filhos. “Os estimulamos a terem uma alimentação e hábitos saudáveis, pois sabemos da importância do desenvolvimento da criança, tendo a alimentação um papel fundamental em relação ao seu crescimento”, destaca Fernanda.

As professoras Debóra Figueiredo e Ligiane Lorenção constataram o interesse e a participação de cada criança sobre o tema trabalhado. “Tivemos retorno de algumas famílias relatando que a criança experimentou alguns alimentos diferentes e incentivou os pais a fazerem as receitas do livro de receita”, dizem. Já Amanda Miranda e Amanda Reis destacaram a alegria das crianças ao plantarem e cuidarem das alfaces durante o projeto. “O Projeto estimulou bastante as crianças  a provarem novos alimentos, como relataram as famílias”, acrescentaram elas.

Notícias