Maternal inicia projeto de alimentação saudável

Escola Franciscana Imaculada Conceição
Maternal inicia projeto de alimentação saudável
Cultivo e cuidado do canteiro de alfaces mobiliza diariamente as turmas para rega das plantas

A turmas de Maternal II, das professoras Rafaela Caetano de Paiva Pael e Débora Rodrigues de Figueiredo, deram largada, nessa semana, ao projeto Alimentação Saudável, que envolve professores, alunos e familiares até o mês de maio com atividades na escola, mas que se torna permanente, já que pretende interferir na alimentação de qualidade de alunos e suas famílias.

A primeira etapa do projeto é desenvolvida em sala, com conversa sobre a alimentação dos alunos. Depois, eles foram para a horta da escola e realizaram a plantação de pés de alface, em sala, construíram coletivamente o projeto. Na quarta etapa, os alunos irão saborear salada de frutas e, no outro dia, suco de laranja durante o lanche. Eles ainda construirão seu próprio sanduíche natural e estão cuidando diariamente as mudas, com rega regular. Assim que os pés de alface forem colhidos, cada aluno irá levar o seu para casa, incentivando também o consumo de alimentos saudáveis no contexto familiar.

O projeto alimentação saudável é rico em atividades que estimulam o hábito de comer bem, “poder participar deste processo e ofertar atividades que contribuam ainda mais na construção de tal hábito é gratificante”, diz a professora Rafaela. “Quando realizamos a plantação dos pés de alface, percebemos a alegria e a empolgação das crianças, regá-los diariamente reafirma o processo. Todos os dias é uma novidade, os alunos saem de sala no final da aula, contando aos pais e responsáveis sobre o que fizeram, como plantaram o alface, como estão regando e cuidando dele diariamente. Contam também sobre os alimentos que provam e tem contato na produção do sanduíche natural, suco natural e salada de frutas. Poder fazer parte desse universo da alimentação infantil é algo incrível”, finaliza ela.

Todas essas atividades têm como objetivo promover o consumo de alimentos saudáveis e a consciência de sua contribuição para a promoção da saúde de uma forma atraente, lúdica e educativa; incentivar o consumo de frutas, legumes e verduras e a importância destes para a saúde; estimular a adoção de hábitos alimentares saudáveis; conscientizar as crianças sobre a importância do consumo de alimentos saudáveis; ajudar os alunos a reconhecerem os alimentos que faz bem à saúde e a identificar cores, texturas e os diferentes sabores dos alimentos. “Foi uma atividade considerada extremamente divertida e prazerosa, as crianças adoraram a experiência, conseguiram sentir a terra plantando as verduras”, declarou a professora Débora, depois de observar a reação de seus alunos.

 

 

Notícias