Estudantes descobrem o valor de uma fruta diferente

Escola Franciscana Imaculada Conceição
Estudantes descobrem o valor de uma fruta diferente
Colheita da fruta direto no pé foi uma experiência diferente

Uma aula de ciências pode ser transformada numa experiência concreta de descoberta.  Essa foi a vivência oferecida pela professora Adriane Araújo a seus alunos do 2º ano do Ensino Fundamental I, ao compartilhar com eles o estudo do cultivo em espaços livres da escola: horta, jardim, pomar e plantações. A professora aproveitou o fato da EIC ter uma  enorme área física, que oferece todas essas possibilidades, e desafiou os alunos a descobrirem coisas novas e a escolha recaiu sobre a laranja Kinkan, uma fruta de origem asiática cujo pé estava carregado de frutas no pomar da escola.   

A partir da descoberta da frutinha, os estudantes passaram a pesquisar sobre suas propriedades (clique aqui e conheça você também) e, assim, aprenderam que uma coisa que passa despercebida, muitas vezes, pode ser muito importante. “Percebe-se que hoje vivemos num mundo muito digital em que as crianças perderam um pouco o sabor da infância, do observar, do contemplar e aprender observando a natureza. Além de novos conhecimentos, essa aula trouxe o resgate do simples, do olhar e do aprendizado”, destacou a professora.

As crianças se mostraram encantadas com a descoberta e, por meio dessa aula passeio, puderam pegar no pé da fruta para colhê-la, provar o novo sabor e compartilhar tudo isso com a família, já que levaram laranjinhas, colhidas por eles, para casa. “De forma simples, eles aprenderam algo novo e ampliaram o conhecimento que levarão para toda a vida”, diz Adriane.

Notícias