Debate ressalta a importância da vida

Escola Franciscana Imaculada Conceição
Debate ressalta a importância da vida
Psicóloga da escola participou do projeto, interagindo com os alunos

“Compreender o conceito de competências socioemocionais envolve o estudo das emoções. Ao longo da história, as emoções foram abordadas de diferentes perspectivas: da neuropsicologia, da biologia, dos padrões das espécies, da psicopedagogia, da cultura etc. Dentre todas essas abordagens, aquelas voltadas para as competências socioemocionais no contexto escolar são as de interesse nesse texto por abordarem diretamente as novas diretrizes propostas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a proposta de Educação para o século 21 (proposta pela UNESCO) e o ensino integral. [...] Segundo CASEL, a educação socioemocional refere-se ao processo de entendimento e manejo das emoções, com empatia e pela tomada de decisão responsável. Para que isso ocorra, é fundamental a promoção da educação socioemocional nas mais diferentes situações, dentro e fora da escola [...]”.

Esse trecho do site da BNCC contextualiza a dinâmica proporcionada pela professora Elizabete Maria dos Santos, durante as aulas de Língua Portuguesa das turmas de 7º A, 7º B (anos finais do Ensino Fundamental), em conjunto com a psicóloga da EIC, Maristela Valesi. Uma série de atividades e debates foram realizados em torno do tema: A VIDA É PRECIOSA.

Inicialmente, a professora coordenou aulas interpretativas focando temas polêmicos da internet: bullying e cyberbullying. Então, os estudantes externaram, de forma bastante emotiva, relatos de suas experiências com as redes sociais, demonstrando, também, o descontentamento com o corpo físico. Segundo algumas alunas, elas se sentem fora dos padrões impostos pela mídia e externaram suas tentativas para solucionar esses problemas.

Na sequência, a professora Elizabete levou os estudantes para assistirem ao filme “O Vendedor de Sonhos”, cujo tema principal é valorização da vida. Após um longo momento de reflexão sobre o tema, a professora propôs aos estudantes um debate, para que todos pudessem expor suas ideias e sentimentos. Essa atividade teve como objetivo justamente proporcionar o crescimento emocional de cada um e reforçar as particularidades que eles possuem.

“Como instituição cristã, que valoriza a família e procura promover uma cultura de paz, busquei levar os estudantes da EIC a refletirem sobre o valor de suas vidas, a enxergarem o quanto cada um é importante e especial e que o bullying é prejudicial e pode ter consequências desastrosas, que deve ter sua prática repudiada dentro do ambiente escolar. Procurei demonstrar como é importante saber utilizar a internet, absorver dela tudo aquilo que for bom para crescimento, porém deixar de lado o que nos causa dor e tristeza. Reforcei a importância do diálogo e da presença da família”, declara a professora, satisfeita com o resultado da dinâmica.

Notícias