Atividades científicas viram texto em sala de aula

Escola Franciscana Imaculada Conceição
Atividades científicas viram texto em sala de aula
A partir da observação e pesquisa, houve a produção de texto enciclopédico

Quando uma atividade textual rotineira recebe o reforço do conhecimento científico, tudo pode virar uma grande aventura. Foi exatamente isso que aconteceu com as turmas de 40 ano do Ensino Fundamental ao estudarem o texto enciclopédico, envolvendo informações sobre dinossauros. As professoras de português Martha Trindade e Adrieli Oliveira capricharam nos estímulos e o resultado foi uma semana de muitas descobertas para os alunos.

Com o uso da sala de aula interativa, foi realizada uma exposição de dinossauros e imagens deles, com texto informativo, para o primeiro contato com o gênero, por meio da visitação dos estudantes ao material organizado pelas professoras. Depois, cada aluno confeccionou e montou seu próprio fóssil (usando material reciclado), que depois de batizado, foi objeto de texto enciclopédico para definir o dinossauro.

No fechamento, a surpresa de receber um ovo de dinossauro despertou diferentes reações nas crianças. Enquanto Artur Scabeta se preocupava em quebrar o ovo, buscando diferentes estratégias para isso, a colega Júlia M. Júlio emocionava-se ao recebê-lo da professora.  “A gente trabalhou sobre os ovos de dinossauros e como eles se reproduzem. Foi divertido e descobrimos que eles nasceram por ovos, eu não sabia disso, foi bem diferente para mim”, disse ela. Já Artur, destacou como sua principal descoberta o fato de perceber “que esse dinossauro era aquático e que ele crescia e se reproduzia quando estava na água”. De seu jeito, cada um vivenciou a experiência do texto enciclopédico de forma prática, registrando seus novos conhecimentos.

“As atividades foram pensadas pelas professoras devido o interesse demonstrado pelos alunos pelo tema proposto pelo material FTD: Dinossauro e texto enciclopédico. Os alunos demonstraram muito interesse e empolgação pelas atividades realizadas, principalmente ao receberam de lembrança um ovo, que deveriam abrir em casa e colocar o dinossauro na água para crescer. Foi gratificante ver a alegria e entusiasmo de cada um ao realizar as atividades”, destacou a professora Martha, satisfeita com o resultado obtido também com os estudantes que estão em casa, mas acompanharam todo o processo por meio da interação com as professoras,  o material e seus colegas.

 

Notícias